notícias

 

LICENCIATURA BOLONHA EM ENGENHARIA GEOLÓGICA E DE MINAS

No passado dia 8 de junho de 2018, antiga aluna de Mestrado em Engenharia Geológica e de Minas do Técnico, Catarina de Alcântara Luz, foi distinguida com o Prémio AP3E Engenharia dos Explosivos 2017.

Esta é a terceira distinção dada a uma dissertação efetuada no Técnico, das cinco edições deste prémio. A primeira foi na edição de 2009, dada a Ana Louro com a dissertação intitulada “Novas formulações para leis de propagação de vibrações, em maciços rochosos, baseadas nas propriedades termodinâmicas dos explosivos” e a segunda, em 2015, dada a João Cardoso, com a dissertação “Estudo comparativo entre diversas técnicas de desmonte para otimização económica e ambiental”.

A AP3E – Associação Portuguesa de Estudos e Engenharia de Explosivos é uma associação técnico-científica nacional que tem como missão o aprofundamento e debate de problemas situados nas áreas das substâncias pirotécnicas, explosivos e suas aplicações e que atribui bianualmente o Prémio AP3E, que distingue os melhores trabalhos realizados por alunos do Ensino Superior em Portugal.

Este ano, o Júri, constituído por profissionais do meio académico e industrial desta área em Portugal, decidiu por unanimidade, a atribuição desta distinção à tese intitulada “Contribuição para o desenvolvimento de novos modelos de previsão das amplitudes de vibrações produzidas por detonações em maciços rochosos”. Esta dissertação foi desenvolvida no CERENA – Centro de Recursos Naturais e Ambiente, do Departamento de Engenharia Civil e Geo recursos do Técnico Lisboa, sob a orientação científica do Professor Pedro Bernardo e do Doutor Gustavo Paneiro.

" "